Persistência & Insistência

As pessoas que me são mais próximas sabem que eu sou altamente inspirado por tudo e todos à minha volta. A reflexão de hoje surgiu de alguns ótimos papos com os amigos Joyce Monteiro, Ronaldo Guedes e Maycon Santos.

Eu tenho cultivado o hábito de fazer acordos comigo mesmo nos últimos tempos. Parece um pouco estranho, mas fazer tais acordos tem me ajudado a tomar decisões mais conscientes, ponderando ônus e bônus das opções disponíveis. Nas últimas conversas que tive com os amigos acima, falamos um bastante sobre os conceitos de persistência e insistência, que me levaram a reflexão deste artigo.

Para agentes de mudanças como nós, ter acordos sobre persistência e insistência é fundamental para escolhermos nossas batalhas com sabedoria.

A persistência nasce de um objetivo desafiador, porém, viável. Eu tenho um objetivo, vivo um dia – ou uma batalha – de cada vez. E as pequenas vitórias nos motivam a dar o próximo passo, viver o próximo dia e comprar a próxima briga. A persistência anda de mãos dadas com a perspectiva de evolução. Eu persisto, ou invisto energia, à medida que eu vejo a luz no fim do túnel.

Um bom coach ágil navega pelas oportunidades, de olho na perspectiva de conseguir dar seu próximo passo. Afinal, o ser humano é naturalmente resistente à mudanças, ou melhor, ao desconhecido. É como se as pessoas usassem seus melhores mecanismos de defesa frente a qualquer possibilidade de enfrentar o desconhecido. É natural! É da vida! E fazemos isso desde a infância! Sabe a criança que nunca comeu peixe e diz que não gosta? Ela se transformará no adulto que diz que agilidade não presta e é uma anarquia. Isso só pra usar um exemplo que me mantenha na minha área de atuação.

E para me colocar também como exemplo disto que estou falando, pois eu já fui tanto essa criança quanto esse adulto. 🙂

Eu, como coach ágil uso cada oportunidade para persistir no meu objetivo. E isso se materializa encontrando um promotor, fazendo alguém enxergar as coisas por outro ponto de vista ou trazendo resultados palpáveis. Eu persisto por que eu acredito e consigo ver um movimento, uma saída.

Já a insistência é diferente. Eu insisto, ou gasto energia em algo que não tem a menor perspectiva de mudança, ou aonde não há luz alguma. E por que eu insisto? Por que o meu ego não me permite dar o braço a torcer ou admitir que – talvez – eu estivesse errado. Este também é um comportamento muito normal do ser humano. Na insistência não existe movimento ou perspectiva.

A insistência mora da casa da fricção. E dá murros em ponta de faca!

E é neste ponto que eu entro com os acordos comigo mesmo. De forma bastante honesta, eu olho para a situação e analiso as possibilidades. Se a minha rota está me levando para lugar nenhum, eu preciso reconhecer que estou gastando energia em algo sem futuro, ao invés de investir energia em uma opção que me faça chegar do outro lado.

É como empurrar um caminhão e um carro. Para cada uma das situações, a reflexão que eu preciso fazer é: onde estou persistindo e onde estou insistindo? Eu não tenho intenção nenhuma de empurrar um caminhão sozinho. Aliás, eu até gostaria de ter essa força. Mas eu não tenho. E tudo bem! O acordo que eu preciso firmar comigo mesmo é: eu não consigo empurrar um caminhão sozinho. Mas um carro, eu posso. E tudo bem!

Muitas vezes somos insistentes como uma criança numa loja de brinquedos que se joga no chão chorando e gritando por que quer um brinquedo novo. Se eu tenho consciência deste tipo de comportamento, eu posso dizer pra mim mesmo: Pare que tá feio!

E bora lá investir energia em algo que me traga retorno. E tudo bem!

Entenda que parar de insistir não deve significar desistir. Tem a ver com refletir sobre gastar ou investir energia nas possibilidades corretas. Quando eu chego à conclusão de que estou apenas gastando energia (ou me jogando no chão e gritando) eu preciso entender quais são outras opções e oportunidades que eu tenho e mudar a minha rota.

Isso tem muito a ver com experimentos! E isso tem tudo a ver com ser honesto comigo mesmo e aceitar que – eventualmente – eu posso estar errado. E tudo bem! Ou que eu preciso corrigir um comportamento. E tudo bem! Ou que eu preciso experimentar o peixe antes de dizer que eu não gosto. E tudo bem! Isto é evolução!

Em tempo: depois de passar anos dizendo que não gostava de peixe, eu experimentei. E odiei! Odiei! Odiei! Mas, pelo menos, eu me permiti experimentar! 🙂

Marcelo L. Barros

Olá! Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia, mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse "bicho gente"! Comecei minha carreira profissional em 1996, sou formado em Processamento de Dados pela FATEC de Santos. Naquela época tudo o que eu queria ter na minha frente era um computador e uma desafiadora regra de negócio, que se transformaria no melhor programa possível. Mas as coisas mudam! Concluí que quem faz software com qualidade são as pessoas e não as máquinas. Hoje, minha MISSÃO é ajudar pessoas e times a alcançarem seus objetivos, pois acredito que o sucesso pessoal e profissional está ligado a três pilares: FELICIDADE, MOTIVAÇÃO e SENTIDO. Como faço isso? 💡 MOTIVANDO pessoas, fazendo-as enxergar o 💡 SENTIDO das suas ações, que traz 💡 FELICIDADE por fazerem a diferença em suas vidas, suas empresas. Sou formado em Coaching pelo ICC e escrevo artigos sobre Métodos Ágeis, Comportamento, Inovação e Coaching. Vejo no lúdico a forma mais profunda de aprendizado. Procuro sempre conduzir reuniões de forma criativa, que tragam algum tipo de aprendizado aos participantes, seja por meio de dinâmicas de grupo ou jogos em equipe. Neste quesito, desenvolvi um jogo, a "Feijoada Ágil", para ensinar conceitos sobre trabalho em equipe. Se você, como eu, também acredita que eu posso te ajudar, deixe-me saber! Vamos tomar um café e, quem sabe, juntos podemos MUDAR O MUNDO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.