#TRUECOLORS – Feedback Positivo e a Psicologia das Cores

Existe uma atividade de check out para retrospectivas muito simples, que pode também levar os membros do time a uma reflexão. Sou bastante fã de atividades simples e que atingem a mais de um propósito. Eu chamei essa atividade de “Feedback Positivo com Bolinhos!”

Na real, você pode usar o elemento que quiser. Quando estava pensando nela, originalmente tinha feito com rosas, mas decidi mudar. E outra grande sacada desta atividade é que ela é quase que como um framework!

Bolinhos são apenas uma sugestão. Você pode usar rosas, balas ou qualquer outra coisa que faça sentido

Mostre uma imagem parecida com a acima para o time, com os seis bolinhos, em cores diferentes. Explique a atividade para o time:

Cada um de vocês deverá oferecer um feedback positivo ou reconhecimento para um ou mais membros do time, junto com um bolinho. Você deverá escolher a cor do bolinho pensando na pessoa que vai recebê-lo e não no seu gosto pessoal.

Atente-se para o fato de que estamos falando de feedback positivo e reconhecimento. Observe o time realizando a atividade e tenha cuidado para que o propósito não mude.

Tá, mas e as cores? 🙂

Bem… é sabido que cada cor comunica uma ideia, que provoca uma sensação no receptor da mensagem. Então, você pode procurar no google por significado das cores ou usar a colinha da tabela abaixo para escolher quais cores usar na sua facilitação.

Recomendo que não use muitas. Seis já é um número bom, mas, não tem certo ou errado nessa atividade framework.

Significado das cores

Depois que todos tiverem oferecido o seu feedback para os membros do time, você deverá explicar que cada cor tem um significado e desperta uma sensação. Eu costumo revelar uma única sensação por cor. Por exemplo, usaria “Inspiração” para representar o amarelo.

E, finalmente, você convida o time para reflexões:

Cada cor traz um significado e uma sensação. Agora que vocês já conhecem alguns desses significados, convido vocês a uma reflexão:

Quem ofereceu o feedback, será que o receptor te desperta essa sensação?

E, quem recebeu o feedback, como se sente sabendo que pode despertar essas reações nas pessoas? Quais comportamentos acha que deveria mudar ou continuar para despertar isso em mais pessoas?

Essa reflexão não precisa ser pública! Particularmente, prefiro que não seja. É algo como uma lição de casa, mesmo. Você pode se colocar à disposição para conversar sobre o tema depois (aí você vai saber se a atividade realmente tocou as pessoas de alguma forma, se vierem falar contigo). Você também pode pedir um feedback para algumas pessoas e entrar nesta questão com elas. Poderá até mesmo usar como gancho para um one on one.

E por que é interessante, de forma sutil, estimular esta reflexão? Bem… Continuarei usando o exemplo da cor amarela… Será que eu me sinto inspirado por alguém? Será que ela é um modelo pra mim?

Na outra via, como eu me sentiria e, principalmente, como que comportaria sabendo que, potencialmente, existem pessoas que se sentem inspiradas por mim?

Depois do feedback, esta atividade tão simples pode estimular comportamentos e, até, mudanças de comportamentos, de acordo com as reflexões e provocações que fizermos!

Agradecimento à Guayçara e à Marcia, que me inspiraram a escrever este post, desde hoje cedo, quando publiquei uma foto enigmática sobre esta atividade no meu facebook!

Marcelo L. Barros

Olá! Sou um cara criativo, curioso e detalhista, que, cada dia, mais se vê interessado em desvendar os mistérios desse "bicho gente"! Comecei minha carreira profissional em 1996, sou formado em Processamento de Dados pela FATEC de Santos. Naquela época tudo o que eu queria ter na minha frente era um computador e uma desafiadora regra de negócio, que se transformaria no melhor programa possível. Mas as coisas mudam! Concluí que quem faz software com qualidade são as pessoas e não as máquinas. Hoje, minha MISSÃO é ajudar pessoas e times a alcançarem seus objetivos, pois acredito que o sucesso pessoal e profissional está ligado a três pilares: FELICIDADE, MOTIVAÇÃO e SENTIDO. Como faço isso? 💡 MOTIVANDO pessoas, fazendo-as enxergar o 💡 SENTIDO das suas ações, que traz 💡 FELICIDADE por fazerem a diferença em suas vidas, suas empresas. Sou formado em Coaching pelo ICC e escrevo artigos sobre Métodos Ágeis, Comportamento, Inovação e Coaching. Vejo no lúdico a forma mais profunda de aprendizado. Procuro sempre conduzir reuniões de forma criativa, que tragam algum tipo de aprendizado aos participantes, seja por meio de dinâmicas de grupo ou jogos em equipe. Neste quesito, desenvolvi um jogo, a "Feijoada Ágil", para ensinar conceitos sobre trabalho em equipe. Se você, como eu, também acredita que eu posso te ajudar, deixe-me saber! Vamos tomar um café e, quem sabe, juntos podemos MUDAR O MUNDO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.